domingo, 3 de fevereiro de 2013

Classificação Indicativa


Classificação Indicativa. Como funciona?

Bem, eu nunca fui de me preocupar com isso, mas de uns tempos pra cá, eu comecei a incentivar minha cunhada, que tem 10 anos, a ler.

E, claro, eu comecei a me perguntar como funcionava, qual era o método utilizado para classificar os livros em: indicados ou não para determinada faixa etária. É muito importante para a família, para os pais, para toda a sociedade, saber que determinado livro traz situações que podem ser "prejudiciais" aos olhos de uma criança e até mesmo de um adolescente.

Eu não estou tentando censurar os livros, claro que não, mas eu não tenho filhos, ainda, mas quando eu tiver, eu quero que os meus cresçam e se desenvolvam no momento certo, não tem para que apressar as coisas, crianças devem saber que carrinhos e bonecas existem, que livros infantis são maravilhosos e cada coisa tem o seu tempo.

Mas é muito difícil dizer que algo não é legal para um adolescente ou uma criança, quando eles se sentem no direito de fazer tudo do seu modo.

Com isso, eu fiz uma pequena pesquisa, e achei algumas informações sobre a Classificação Indicativa, não especificamente para os livros, mas acredito que também possam ser aplicadas aos livros, no site da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (que faz parte do Ministério Público Federal) e estou deixando os links para os que tiverem curiosidade e quiserem aprender um pouco mais sobre o assunto: Guia Prático da Classificação Indicativa e o Manual da Nova Classificação Indicativa.

A Classificação Indicativa é uma norma que resulta do equilíbrio entre duas outras regras: o direito à liberdade de expressão e o dever de proteção à Criança e ao Adolescente.

A classificação, em si, funciona assim:



Por isso, se o livro já tiver uma classificação etária eu informarei. E os que não tiverem ou eu não encontrar a informação sobre isso, colocarei a classificação que eu achar mais apropriada.

No entanto, quem sou eu para julgar se um livro é ou não adequado para determinada faixa etária? Portanto, se não gostar ou entender que a classificação que eu acho apropriada não é a mesma que você considera, peço desculpas, mas entre em contato comigo, talvez eu possa mudar de opinião.

Beijos-Beijos e até mais.

4 comentários:

  1. Isso é complicado mesmo, os livros meus que empresto para minha irmã (de 8 anos) são aqueles que tem no máximo um selinho ou alguma coisa deste tipo, não passo romances nem lutas pra ela, primeiro que não esta na hora e segundo que ela também nem entenderia e a leitura ficaria desinteressante.
    Gostei muito deste post informativo e quero sempre saber a classificação, até mesmo para mim.
    Bjos
    http://www.bibliotecavirtu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, Ana Clara. Acho que é interessante para todos os leitores, é uma informação a mais sobre a leitura que estamos fazendo, sobre o que esperar da leitura que vamos fazer. Depois vou atualizar as postagens que já fiz, colocando a indicação. Beeijos

      Excluir
  2. Esse quadradinho preto com 18 dentro me atrai. Hahahaha' Embora não tenha essa idade, os livros com essa indicação não me ensinarão nada que eu não saiba. Mas acho as classificações úteis, no caso de crianças.


    http://euleioevoce.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, acho uma ideia interessante. Acho que esse quadrinho preto é sempre chamativo, a gente se acostuma a ir direto ao proibido. rsrsrs

      Excluir