segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

O que é Distopia?


A moda agora é ler "Distopias". Mas... O que é uma Distopia?

Eu li alguns livros, mas nunca os tinha associado ao termo distopia, só há pouco tempo, com meu vício por livros aflorado foi que eu acabei associando, pois em todos os blogs que eu olhava a expressão estava lá.

"Distopia ou antiutopia é o pensamento, a filosofia ou o processo discursivo baseado numa ficção cujo valor representa a antítese da utopia ou promove a vivência em uma "utopia negativa"."

Os livros do gênero apresentam algumas características, por exemplo: 
  1. Tem conteúdo moral, projetando o modo como os nossos dilemas morais presentes figurariam no futuro.
  2. Oferecem crítica social e apresentam as simpatias políticas do autor.
  3. Exploram a estupidez coletiva.
  4. O poder é mantido por uma elite, mediante a somatização e consequente alívio de certas carências e privações do indivíduo.
  5. Discurso pessimista, raramente "flertando" com a esperança.
Fonte: Wikipédia

Ou seja, as histórias distópicas, geralmente, se passam em um futuro não muito distante, onde a sociedade é mantida por uma parcela minoritária da sociedade que "acredita" estar fazendo o seu melhor (para a minoria ou para maioria?). E possui uma população demasiadamente alienada, seguindo as ordens da minoria que está no poder, acreditando ser o caminho mais sábio.

Essas histórias possuem uma ideia de sociedade futurística, com inúmeras críticas à nossa atual sociedade e a nossa atual maneira de viver, possui tecnologia avançada e meios de controle da população melhores e maiores do que os presentes nos dias de hoje.

Apesar da existência de vários livros do gênero, dos mais antigos eu só li "Admirável mundo novo" do Aldous Huxley (um clássico) por pura e simples pressão universitária, rsrsrs. No primeiro ano da faculdade de Direito uma das professoras indicou ordenou como leitura. Na verdade, nem lembro muito do livro, vou ler novamente e dou minha opinião por aqui, mas acredito ser um bom livro, pois é muito bem avaliado no Skoob.

Mas... da nova onda do gênero, alguns ganham destaque, como as séries: Destino, de Ally Condie; Jogos Vorazes, da Suzanne Collins; A Seleção, da Kiera Cass; Delírio, da Lauren Oliver; e Divergente, da Verônica Roth.

Ah, são os que lembrei... rsrsrs, São muitos. Enfim, o gênero está se propagando e cabe a nós, simplesmente, lê-los! Como se isso fosse algo horrível.

Beijos-Beijos e até mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário