quarta-feira, 3 de julho de 2013

#42 - Um amor para recordar, Nicholas Sparks

Oi, gente!

Li mais um livro do Nicholas Sparks, pois é, tenho que finalizar minha lista gigante até o final do ano e como o tempo não está do meu lado, a coisa toda complica, mas semana passada consegui colocar Um amor para recordar na cabeceira da minha cama e na onda de "um" capítulo por noite, deu certo.

“Cada mês de abril, quando o vento sopra do mar e se mistura com o perfume de violetas, Landon Carter recorda seu último ano na High Beaufort. Isso era 1958, e Landon já tinha namorado uma ou duas meninas. Ele sempre jurou que já tinha se apaixonado antes. Certamente a última pessoa na cidade que pensava em se apaixonar era Jamie Sullivan, a filha do pastor da Igreja Batista da cidade. A menina quieta que carregava sempre uma Bíblia com seus materiais escolares. Jamie parecia contente em viver num mundo diferente dos outros adolescentes. Ela cuidava de seu pai viúvo, salvava os animais machucados, e auxiliava o orfanato local. Nenhum menino havia a convidado para sair. Nem Landon havia sonhado com isso. Em seguida, uma reviravolta do destino fez de Jamie sua parceira para o baile, e a vida de Landon Carter nunca mais foi a mesma.”

Há duas semanas escolhi "Um amor para recordar" para filme da semana, pois mais uma vez havia sentado, assistido e chorado com ele.


Por isso decidi ler o livro e me surpreendi com a história contada na versão dele, sei lá, nunca tinha pego o livro, nem ao menos procurado a sinopse, como já tinha visto o filme, me dei por satisfeita.

Enfim, o livro é fininho e de rápida leitura (aqui em casa tem a versão de bolso), mas gostei da leitura, apesar de ser "um pouco" diferente do livro, a leitura vale a pena.

A história, como eu já disse, é linda ou eu estou começando a me deliciar até demais com as histórias de Sparks, rsrsrs.
"Bem... você gostaria de ir ao baile comigo?" Eu percebi que ficou surpresa. Eu imagino que ela estivesse pensando que aquele pequeno preambulo até a pergunta se referia ao convite que alguma outra pessoa iria fazer. Às vezes os adolescentes enviavam amigos para - sentir o terreno -, por assim dizer, para não correr o risco de uma possível rejeição. Mesmo que Jamie não fosse igual aos outros adolescentes, tenho certeza de que ela estava familiarizada com o conceito. Pelo menos na teoria.
Os personagens são bacanas e ver a evolução durante a história é interessante. Saber que Jamie mudou a vida de Landon e que Landon foi capaz de deixar a vida de Jamie melhor é simplesmente lindo.

Foi tudo isso que me cativou na história, que me conquistou. Claro, eu já tinha noção por causa do filme, mas ver na perspectiva de Landon foi lindo.
Quarenta anos se passaram, e ainda me lembro de cada detalhe daquele dia. Posso estar mais velho e experiente, posso ter vivido outra vida desde então, mas eu sei que, quando minha hora chegar, as memórias daquele dia serão as últimas imagens que cruzarão a minha mente.

Beijos-Beijos e até mais. 
Dados sobre o livro:
Nome: Um amor pra recordar
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Ano: 2011
Páginas: 238

6 comentários:

  1. Oi! Esse foi o primeiro livro de Sparks que li. Me encantei de primeira.
    É bem fininho, mas de alguma forma, parece o suficiente de páginas. Ele é perfeito desse jeitinho, rs.
    Ah! Esse mês é o aniversário do O Dom da Escrita! Passa lá pra comemorar com a gente!
    http://www.odomdaescrita.com.br/

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, é fininho, mas traz o suficiente. xD

      Oba, vou passar por lá.

      Obrigada pela visita. Beijos

      Excluir
  2. Oi, Ana. Citei esse post lá no Nicholas Brasil, ok?

    http://nicholasbrasil.com.br/resenha-de-um-amor-para-recordar-na-estante-da-debora/

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Olha só, Ana: estamos vendendo camisas do Sparks, agora, aproveitando que ele vem pro Brasil. Faremos uma homenagem bem legal, mostrando o quanto somos fãs:

    http://nicholasbrasil.com.br/lancada-camiseta-sou-fa-de-nicholas-sparks/

    ;-)

    ResponderExcluir